Taça Africanas das Nações
 Taça  Africanas das  Nações

Egito sedia o Campeonato Africano das Nações (CAN), de 21 de junho a 21 de julho, cujos jogos serão disputados em cinco províncias: Cairo, Alexandria, Ismaília, Port Said e Suez.

A federação egípcia de futebol reservou 8 estádios para a realização das partidas do torneio.

A organização do CAN- 2019 pelo Egito demostra a crescente capacidade do país de realizar grandes campeonatos e que será uma oportunidade para que o mundo possa ver novos estádios construídos.

Egito também possui a capacidade hoteleira que o permite a sediar este evento, já que é um grande país turístico.

Os oito estádios são: Cairo, Salam, defesa aérea, academia, Borg al-Arab, Alexandria, Ismaília, Geish, em Suez.

Foi decidido que os jogos sejam realizados em quatro cidades, nomeadamente Cairo, Alexandria, Ismaília, Port Said.

Os estádios de Petro Sport, Gihaz Mlitar e Arab Contratores serão reservados para os treinos das seleções participantes.

Este CAN terá 24 seleções ao invés de 16, contando que o Cairo acolherá dois grupos, enquanto Alexandria, Ismaília, Port Said e Suez acolherão um grupo por cada província.

1- Cairo:

As ruas que dão acesso ao estádio internacional do Cairo e aos demais estádios serão reabilitadas, iluminadas e limpadas.

A Autoridade do Transporte Público sugeriu que todas as principais praças serão conectadas durante o dia, intensificando o serviço para providenciar alternativas e destinando lugares de autocarros em frente aos estádios para transportar os adeptos para todas as praças da capital.

A província do Cairo reservou uma frota completa de pelo menos 600 autocarros para servir o transporte do público.

Lugares de espera de autocarros também foram reservados, além de que as placas de guia aos cidadãos foram colocadas em frente aos estádios do Cairo e da defesa aérea.

1- Estádio do Cairo:

O estádio do Cairo  construído em 1958 foi desenhado pelo arquiteto alemão Werner March - o mesmo engenheiro que desenhou o estádio olímpico em Berlim - e completou a construção em 1960 e que foi inaugurado pelo falecido presidente Anwar Sadat durante a celebração da revolução de julho.

O estádio do Cairo havia sido renovado em 2005 para sediar o Campeonato Africano das Nações de 2006.

O fato de o Egito sediar o CAN-2019, o estádio do Cairo foi renovado e teve o rervado desenhado por uma companhia mundial ao estilo de estádios internacionais.

O estádio do Cairo é o segundo maior do mundo árabe com capacidade de 86.000 espectadores depois de Borg al-Arab, em Alexandria, que tem a capacidade de 74.100 espectadores.

Características:

Ele é o primeiro do tipo com padrões olímpicos no Médio Oriente e na África. O revelado é de relva natural e não artificial.

Trata-se de uma técnica usada nos estádios da Inglaterra e anteriormente no Mundial do Brasil em 2014 e no Mundial da Rússia em 2018.

O jogo clássico tem sido realizado no estádio do Cairo, que é o principal campo da seleção egípcia, além de ter organizado CAN de 2006, conquistado pelo Egito.

O estádio internacional do Cairo está localizado no distrito de Nasr City e fica a 10 quilômetros do aeroporto e 30 quilômetros do centro da cidade do Cairo.

Há um complexo de piscina, complexo de salão coberto, campos com relvado artificial para treinos, um estádio internacional de cavalos, estádio internacional de ciclismo sob preparação, um complexo de squash, quatro subcampos de futebol, um complexo de tênis, um salão aberto e estádio de hóquei.

Deslocação:

Pode ir facilmente ao estádio do Cairo por meio da terceira linha do Metrô.

2- Estádio de Salam:

O estádio foi construído em 2009 e tem capacidade de 25.000 espectadores

Um campo desportivo com características de alto nível foi usado durante o Campeonato Africano das Nações de 2009 e elogiado por todas as autoridades locais e internacionais, especialmente pela Federação Internacional de Futebol (FIFA).

O estádio Salam da produção militar tem uma pista de aviação usada pelo presidente da República e por hóspedes, além de ser usada para transportar rapidamente casos críticos.

Além disso, tem sistema de arbitragem e monitoramento para proteger equipas desportivas e garantir segurança ao público.

Com câmeras de segurança e controle automático nas entradas do edifício, o estádio está coberto de um outro sistema anti-incêndio e outros aparelhos de alarme.

O estádio tem qualificações e medidas internacionais (105mX64m)  e é equipado com duas placas eletrônicas de resultados, um ecrã gigante (32mX16), uma sala de VIP, um salão de conferências de imprensa com capacidade de 120 indivíduos e equipado com quatro cabinas de tradução instantânea e uma tribuna de honra para destacadas figuras.

Há 105 lugares para profissionais de mídia e jornalistas, equipados com todos os meios de comunicação ao lado da tribuna principal, equipados com cabinas de locutores de Rádio e Televisão, equipada com sala de controle.

Há casas de banho para homens e mulheres, bem como cantinas em todas arquibancadas equipadas com todos os meios, além de ter estacionamentos de carros

3- Estádio da academia militar:

Foi construído em 1989 e renovado em 2006, além de ter sido um dos seis estádios escolhidos para o Campeonato Africano das Nações de 2006.

O estádio da academia militar com capacidade de 65.000 espectadores está a quase 7 milhas do estádio do Cairo na estrada para o aeroporto internacional do Cairo, no nordeste do distrito de Heliópolis.

4- Estádio da defesa aérea "30 de junho"

Construído em 2012, o estádio da defesa aérea também é chamado de estádio 30 de junho, porque sua inauguração coincidiu com a celebração do quadragésimo segundo aniversário da forte barreira de mísseis que forçou Israel a aceitar o tratado de Rogers na primeira semana de junho de 1970, que foi chamado de "semana da colheita de Phantom", depois que o avião israelita Phantom foi derrubado pela primeira.

O vilarejo olímpico da defesa aérea que inclui o campo principal foi inaugurado no dia 2 de julho de 2012. Foi construído com auto-financiamento da Força da Defesa Aérea como um novo acréscimo aos estádios internacionais autorizados, passando a ser um centro desportivo abrangente.

Com a capacidade de 30.000 espectadores, o estádio da defesa aérea está localizado na rodovia de Marechal Tantawi, no distrito de Tagamoe, na província do Cairo.

2- Alexandria:

O chefe da câmara turística de Alexandria, Ali al-Mastreli, disse que a cidade de Alexandria está pronta com 4.200 quartos hoteleiros para acolher este evento importante.

Transporte público:

Autocarros serão disponibilizados para os estádios de Max e de Borg al-Arab a fim de transportar o público para os locais de assistir aos jogos.

A cidade receberá um dos grupos do CAN nos estádios de Alexandria e de Borg al-Arab.
O estádio de Alexandria é o mais antigo do Egito e da África, já que foi construído em 1929 e inaugurado em 16 de Novembro de 1929, na presença do rei Foad I e do príncipes da família real, bem como ministros, altos estadistas e representantes de países estrangeiros.

5- Estádio de Alexandria:

O estádio teve vários nomes, nomeadamente estádio do rei Foad I, estádio municipal e atualmente estádio de Alexandria.

A tribuna principal foi desenhada ao estilo europeu, tendo uma gravura com iniciais do rei Foad I.

Por dentro estendem-se as ruínas do antigo muro de Alexandria - uma das cenas arqueológicas do antigo muro.

O estádio testemunhou a organização da 15ª Copa das Nações Africanas em 1986 e da 25ª Copa das Nações Africanas em 2006

Durante o ano de 2018, o Ministério da Juventude e Desporto desenvolveu o estádio de Alexandria a um custo de 15 milhões de libras egípcias, incluindo todas as instalações do estádio, campos de atletismo e cabines VIP.

6- Estádio Borg al-Arab

Foi construído em 2007 e tem capacidade: 80 mil espectadores.

3- Ismailia:

Foi decidido que os ecrãs sejam colocados em várias praças e parques nos bairros da cidade para proporcionar a maior oportunidade para o público e os fãs do futebol acompanharem os jogos.

7- Estádio desportivo de Ismaília:

Estádio Ismailia é do clube Ismaili e está sujeito a todas as condições de segurança e outras condições solicitadas pela União Africana, o que confirma a sua disponibilidade para receber o público a plena capacidade.

Ismailia havia sediado o Campeonato Africano das Nações de 2006 e o Campeonato do Mundo juvenil de 2009, no estádio de Ismaília, que também inclui dois sub-campos de treino.

Capacidade: 23.000 espectadores, além de que o Suez Canal Club tem vários estádios muito bons, incluindo o estádio do Canal.

4- Port Said:

Port Said tem um grande saldo de líderes e quadros qualificados para lidar com esses torneios através dos vários comitês que os organizam.

O Campeonato do Mundo Sub-17, Campeonatos Mundial de Handebol Masculino de 1999, Campeonato das Nações Africanas de 2006 e Campeonato  da Juventude da FIFA 2009.

O potencial de Port Said não se limita aos estádios oficiais de jogos e treinos, mas se estende ao restante dos serviços de segurança, saúde, turismo e entretenimento das equipas participantes.

A província possui atualmente o maior complexo esportivo multiuso ao nível nacional "Sports City".

8 - Estádio de Port Said:

Fundado em 1955, é um dos seis estádios escolhidos durante a Taça das Nações Africanas de 2006, além de ser um dos mais importantes estádios da Copa Mundial da Juventude.

Capacidade 18 mil espectadores.

5- Suez:

Capacidade 18 mil espectadores.

A província inclui o novo estádio de Suez, o Estádio do Terceiro Exército em Aghroud e a manutenção do edifício do hotel em Ain Sokhna, que fica a 30 minutos do estádio, além de hotéis que podem acomodar as equipas dentro da cidade e muito perto do estádio.

A província de Suez acolheu muitos eventos desportivos internacionais e africanos, incluindo alguns jogos do Campeonato Africano das Nações de 2006 e o Campeonato Africano de Andebol de 2009.

Um comitê da União Africana (UA) em 11 de março de 2019 visitou os campos de treino indicados pelos membros do Grupo da Cidade de Suez para receber os treinos das equipes africanas que participam da Taça das Nações Africanas onde visitaram os estádios do novo estádio de Suez e seus subcampos e o estádio do exército.

9. Novo Estádio de Suez construído em 1990 tem
capacidade de 25.000 espectadores e está equipado com 90 câmeras de vigilância

Uma das características mais importantes da cidade de Suez foi a realização de alguns dos jogos da Copa do Mundo de jovens em 2009, e foi renovado recentemente de acordo com as melhores medições e especificações dos melhores estádios internacionais, e o piso do estádio é o segundo melhor estádio no Egito após o estádio de Borg al-Arab em Alexandria.

Todos os portões de arquibancadas são abertos para fora, 95 câmeras de vigilância fixas e móveis foram montadas, fazendo com que o estádio fosse o único no Egito a ter 95 câmeras de vigilância.

Vale ressaltar que os muros do estádio de foram elevados 4 metros.

10- Estádio do exército em Suez:

Com capacidade de 45 espectadores, foi um dos estádios do Mundial juvenil de 2009.